Feeds:
Posts
Comentários

Para matar a curiosidade de todos, estou disponibilizando a primeira imagem de uma das cartas para que possam ter uma ideia de como está ficando o trabalho.

Neste exemplo está uma foto a qual o autor da liberdade de usá-la. Estou usando essa foto pois não encontrei nenhum desenho apropriado. Mas estou preferindo que sejam desenhos.

Fico no aguardo de novas colaborações para que as cartas possam estar prontas o mais rápido possível!

Anúncios

Após varios testes e aprimoramentos no jogo, agora ele se encontra num ponto bom para ser lançado.

Começamos então a produção das cartas para logo depois ser colocada para o público poder participar da versão beta do jogo Castelo.

Continuar Lendo »

Lista de cartas atualizada

Após as mudanças nas regras, fizemos novos testes e uma revisão geral nos textos das cartas. Algumas sumiram, apareceram outras e a raridade de algumas foram alteradas.

Confiram a nova relação das cartas no site e aproveitem para se candidatarem para participarem do teste beta que ocorrerá em breve.

Novo modelo de Fundo

Abaixo apresento o mais novo modelo de Fundo para as cartas do jogo Castelo. Mas uma obra de nosso amigo Alanioly

Mesa de Jogo – Versão 2

Continuando a descrever as mudanças das regras, vamos falar da mesa de jogo, onde a mudança principal foi a inclusão dos marcadores de produção. Confiram abaixo as novidades.

Para entender melhor esse jogo, é preciso conhecer melhor como se distribuem as cartas no jogo.  No esquema abaixo, podemos ver como ficariam distribuídas as cartas do jogador na mesa. Note que o castelo e a muralha, não existem realmente. Eles serão representados por marcadores (por exemplo: dados) que servirão para indicar quantos pontos de estruturam ainda possuem a muralha e o castelo.

  • Baralho é o seu monte de cartas de onde você comprará suas cartas.
  • Descarte é o monte onde são colocadas as tropas mortas ou cartas que tenham sido utilizadas, como por exemplo as cartas instantâneas.
  • A Área Protegida é onde são baixadas as permanentes globais e as tropas. Nesta área as criaturas não podem atacar ou serem atacadas. Exceto se o texto da carta disser algo contrário, ou se a muralha já tiver sido derrubada.
  • As Armadilhas devem ficar no jogo viradas de cabeça para baixo e só reveladas quando usadas. Elas ficam logo após a área protegida, pois só afetam as tropas atacantes que não forem defendidas pelas tropas na Área de Combate.
  • A Área de Combate é onde são realizados os confrontos entre as tropas. Só podem vir para esta área, as tropas que já estejam na Área Protegida na rodada anterior ou se o texto da carta disser algo contrário.
  • As Armadilhas de Campo devem ficar no jogo viradas de cabeça para baixo e só reveladas quando usadas. Elas ficam logo após a Área de Combate.
  • As Cartas de Produção ficam viradas de cabeça para cima e sobre elas o jogador deve ir colocando os marcadores de produção a cada rodada, de acordo com a quantidade de produção indicado na carta.

Aqui eu coloco o que penso ser os dois grandes diferenciais do meu jogo. Na maioria dos jogos que vemos por aí, o objetivo é destruir algo que fica atrás das “tropas” adversárias, mas no Castelo, temos uma muralha no meio do caminho que deve ser destruída também para que se consiga alcançar o castelo. E a segunda são as cartas de produção que acumulam os recursos que podem ser usados conforme a necessidade. Além disso, essa combinação da muralha e de cartas acumulando marcadores de produção, trazem grandes novidades em termos estratégicos que os jogadores poderão descobrir e desenvolver ao longo de suas partidas.

Continuando a descrever as mudanças das regras, vamos falar dos tipos de cartas, onde a mudança principal foi de substituir as cartas de recursos por cartas de produção. Confiram abaixo as novidades.

Em castelo, existem alguns tipos de cartas específicos e cada tipo possui seu conjunto de efeitos e regras próprias. Os tipos de cartas estão descritos de forma resumida a seguir:

  • Produção – Estas cartas não têm custo para serem baixadas, porém só podem ser colocadas uma por rodada. Elas servem para gerar os produtos indicados nestas e que são utilizados para baixar outras cartas. Existem 4 tipos de produtos: Treinamento, Armeiro, Construção e Espiritual.
  • Tropas – Essas cartas são utilizadas para atacar e defender o castelo. São as principais fontes de ataque no jogo.
  • Instantâneas – São cartas que podem ser utilizadas a qualquer momento no jogo e após o seu uso, são colocadas no monte de descarte.
  • Permanentes – São cartas que ao serem baixadas, continuam em jogo até serem destruídas. Elas podem ter um efeito global, afetando aos inimigos ou a todos, ou ter um efeito localizado. Neste caso elas entram sob uma carta específica para ampliar ou reduzir os poderes desta carta e ficam em jogo até ela, ou a carta em que ela foi colocada seja destruída.
  • Armadilhas – São cartas colocadas viradas de cabeça para baixo que só são reveladas quando usadas. Normalmente vão afetar uma tropa atacante, mas podem ter outros efeitos.

Estas são os tipos de cartas que compõe o jogo. Num outro post, serão explicados com detalhes o efeito de cada tipo de carta.

Cartas de Produção

Sobre as novas regras, estaremos começando a discutir sobre a maior das mudanças. No lugar das Cartas de Recursos, introduziremos as Cartas de Produção. Confiram a seguir.

As cartas de produção são a base de todos baralhos. Através delas que se consegue colocar as demais cartas em jogo. Elas estão divididas em 4 tipos: Treinamento, Armeiro, Construção e Espiritual.

Estas cartas não possuem custo para baixá-las e só podem ser baixadas uma a cada turno. A partir do turno que esta entra em jogo, ela já começa a produzir o produto indicado. Para isto deve-se colocar um marcador do tipo que ela produz sobre a mesma. A cada turno seguinte, ela produzirá a mesma quantidade, conforme indicado na carta. Para isso deve ser colocado os marcadores de produção sobre esta.

Quando for utilizar uma das cartas viradas, o jogador deverá pagar o custo da mesma, removendo a quantidade de marcadores equivalente ao custo da carta a ser virada. Se não possuir os marcadores suficientes, a carta permanece virada e os marcadores sobre a carta de produção. Caso sobre algum marcador, esse permanece na carta produtora.